MORCEGOS

batana1.gif (12403 bytes)

Em Portugal, existem numerosas espécies de morcegos, sendo muitos destes mamíferos terrestres cavernícolas. A sua grande importância ecológica, revela-se na capacidade de cada animal poder consumir numa noite mais de metade do seu peso (mais ou menos 20g conforme a espécie) em insectos. O seu impacto no ecosistema é grande, se pensar-mos que em todo o país diversas espécies consomem diariamente muitos milhares de toneladas de alimento.
Os morcegos procuram as grutas e outros locais escuros e húmidos como antigas galerias de minas por dois motivos importantes: para hibernarem e para se reproduzirem, ocupando igualmente estes locais nos dois períodos intermédios. Os morcegos escolhem cavidades diferentes para as diferentes finalidades, tendo em conta as condições de humidade e temperatura. Ao longo do ano a temperatura das grutas e cavidades semelhantes  tem, em geral, uma variação muito baixa.  No que respeita à humidade, a variação poderá ser grande, não durante o ano mas de cavidade para cavidade. Assim, os morcegos escolhem as mais húmidas para a hibernação, pois perdem menos água na respiração. Fora do período de hibernação, ocupam espaços preferenciais onde dormem, saindo à noite para se alimentarem.

Morcego1

Morcego de Ferradura Pequena

morcego2

APOIO: